“Dentes de leite”: conheça os contos insólitos de Antonio Pokrywiecki

“Dentes de leite” explora os tormentos da psique humana através de narrativas insólitas.

Natural de Joinville (SC), Antonio Pokrywiecki (@antonio.pokrywiecki) vive atualmente em São Paulo, capital. Jornalista de formação e escritor de ficção, estreou com o romance “Tua roupa em outros quartos” (Patuá, 2017) e tem contos publicados nas antologias “2020, o ano que não começou” (Reformatório, 2021), “Antologia – Contos” (Selo Off Flip, 2022) e “Realidades Estilhaçadas” (Mondru, 2023). Suas principais influências literárias são J.M. Coetzee, Roberto Bolaño, Rubem Fonseca, Carola Saavedra, Lydia Davis, Ali Smith, Donald Barthelme, Thomas Pynchon, George Saunders e Georges Perec.

Seu livro de contos intitulado “Dentes de leite” explora os tormentos da psique humana através de narrativas insólitas. Publicado pela editora Cachalote (144 pág.), selo do grupo editorial Aboio em parceria com a Lavoura Editorial, a obra conta com a orelha assinada pelo escritor Joca Reiners Terron.

Leia também: Limerência: as projeções e vulnerabilidades de Júlia Gamarano em “Ao meu único desejo”

Pokrywiecki usa da sátira e do potencial inventivo do conto para desafiar as fronteiras do realismo, bem como explorar o quanto a vida moderna pode parecer insólita. O autor comenta que, após escrever, se deu conta de que todos os contos tratam de personagens em que algo falta, e a pulsão de morte de alguma maneira se manifesta. Para todos os personagens, há algo fora do lugar – como um dente arrancado.

Esse deslocamento também é trabalhado na estrutura do livro em si. Segundo o autor, o fato de os contos serem bem fragmentados em sua maioria não é por acaso, mas sim o resultado de uma escolha formal, pois a obra tem como objetivo refletir a realidade fragmentada em que vivemos. A proposta de fragmentação das narrativas não é um impedimento para Antonio produzir uma escrita certeira, direta e irônica. Nesse sentido, Joca Reiners Terron destaca: “É com extrema paciência que ele extrai do leitor suas prevenções e medos. Com o método e a lisura do dentista realizando seu trabalho num paciente sentado na cadeira elétrica”.

Adquira “Dentes de Leite” aqui, pelo site da editora Cachalote.

Related posts

“Quando a inocência morreu”: romance de Estrela Ruiz Leminski busca história de avós desconhecidos

Tudo que você precisa saber sobre as adaptações de “O Conde de Monte Cristo”

“Elena sabe”: um retrato sobre o luto e a perda do controle do próprio corpo