Artista cria impressionantes esculturas no buraco de uma agulha

Para o artista britânico, Willard Wigan, 67 anos, passar um camelo pelo buraco da agulha parece ser literalmente possível. Ele tem surpreendido as redes sociais com suas impressionantes microesculturas.

Leia também: Artista cria impressionantes obras utilizando materiais inusitados como matéria-prima: hashis, café e saquinhos de chá

Estão entre elas a reprodução de obras famosas, personalidades e personagens fictícios como, por exemplo, “A Última Ceia”, “Moça com Brinco de Pérola”, Albert Einstein, Pinóquio, Robin Hood, entre outros.

A criação das peças é feita com agulhas de acupuntura afiadas e lascas de diamante quebradas em fragmentos microscópicos, enquanto a pintura é feita com apenas um cílio. O trabalho é minucioso, pois, além de técnica, envolve destreza, firmeza e habilidade.

O seu nome consta no livro dos recordes por esculpir um embrião humano no buraco de agulha, com 0,07822 milímetros de comprimento e 0,05388 milímetros de largura, de acordo com o Guinness World Records. A mensagem que Wigan quer transmitir tem como objetivo a conservação do planeta. “Gostaríamos que as pessoas viessem ver a exposição e levassem uma mensagem, entendendo que as menores coisas da vida podem ter o maior impacto. O trabalho de Willard é a menor obra de arte que alguém já viu e que terá o maior impacto sobre eles”, destacou o seu empresário.

Este ano, de abril a outubro, acontece no Wollaton Hall, em Nottingham, na Inglaterra, a exposição gratuita “Miniature Masterpieces” com 20 esculturas do artista.

Fonte

Related posts

Conheça Rezende, o homem por trás do consagrado Instituto Candelaio

O Corpo (2000) e Parabelo (1997): conheça os espetáculos do Grupo Corpo

Fotografia de Arquitetura: a arte de contar histórias