As 10 melhores frases e ilustrações de A Bela e a Adormecida, de Neil Gaiman e Chris Riddell

A Bela e a Adormecida, de Neil Gaiman, com ilustrações de Chris Riddell, lançamento de 2015 da Editora Rocco, selo Jovens Leitores, conta a história de três anões que, ao chegar em uma cidade, notam que todas as pessoas estão adormecidas. Em um taverna um pouco afastada, descobrem que trata-se de uma maldição que vem assolando aquelas terras e que está se espalhando rapidamente. Assim, ao lado da rainha local, saem e busca dos motivos desta sina e acabaram por encontram uma moça, adormecida há anos, na torre de um castelo.

A imaginação de Neil Gaiman, ao desmembrar a figura da Bela Adormecida em duas, a bela e a adormecida, adequa a narrativa aos nossos tempos de diversidade. Com o novo par formado: a bela e a adormecida, Gaiman prescinde do papel do príncipe, fazendo com que a própria rainha seja aquela que sai pelas terras em busca da figura da adormecida. Leia mais AQUI!  O NotaTerapia selecionou as melhores frases e ilustrações da obra. Confira:

*Alerta: algumas imagens podem conter spoilers*

– Você reparou numa coisa estranha? – perguntou o anão mais baixo.
Eles tinham nome, os anões, mas não era permitido aos seres humanos conhece-los, sendo tais coisas sagradas.
A rainha tinha nome, mas, ultimamente, as pessoas só a chamavam de Vossa Majestade. Os nomes estão meio em falta nesta história.

 -Não há honra em lutar contra um adversário que não faz nem ideia de sua presença – disse a rainha, ofegante. – Nenhuma honra em lutar com alguém que está sonhando com pesca, com jardins ou com amores há muito perdidos.

Nomes. Nomes. A velha semicerrou os olhos e balançou a cabeça negativamente. Ela era quem era, e o nome com o qual fora batizada havia sido comido pelo tempo e pela falta de uso.

-É sempre assim com a sua laia. Vocês precisam de juventude e beleza. Gastaram as suas há tempos e procuram formas cada vez mais complexas de obtê-las. E, sempre têm sede de poder.


Edição: Rocco, Jovens Leitores, 2015

Related posts

Os 5 melhores poemas de Henrik Ibsen

“Todo mundo tem mãe, Catarina”: Carla Guerson elabora a complexidade das relações familiares

“O olhar dourado do abismo”: livro de contos de Olga Savary retrata o o erótico, o irônico e o trágico